Na Diáspora Somos Confundidos Como Angolanos Por Fazer O Mesmo Estilo De Música Deles


 

Escrito por: Elves Abel Mucachua

 

"Em Moçambique temos Anselmo Ralph de Angola, temos também Jay-Z de EUA, temo Matias Damásio, temos Pérola, mas nos Estados Unidos da América não tem Duas Caras e em Angola não tem Lizha James nem Mr.bow" e isso quer dizer música Moçambicana não inspira nenhum país.

 

Moçambique tem vários estilos musicais que não estão a ser explorados por artistas por causa da vergonha e problema de identidade e Auto-Estima, e perante a este tipo de problema, os mesmos preferem fazer os estilos de outros países e que já estão internacionalizados por donos destes estilos que os Moçambicano gostam de imitar.

 

  Em Angola nenhum artista canta Pandza, Marrabenta, Xigubo entre outros estilos de música pertencente à Moçambique, mas cá na pérola do Índico, quase todo mundo canta kizomba, Zouk Guetto e kuduro e de certa forma, qualquer pessoa que canta estes estilos musicais, nos países de fora é visto como Angolano.

 

 A falta da identidade cultural, alguns fazedores da música kizomba em Moçambique, nos países europeus são confundidos como Angolanos porque o estilo de música que Moçambicanos levam para Diáspora são músicas originárias de Angola, e isso faz com que sejam chamados de Angolanos ou cabo-verdianos.

 

  Face ao caso, a música Moçambicana ainda está longe de se internacionalizar, porque ninguém está preocupado em levar Marrabenta ou Pandza e outros estilos do país para estrangeiro.


Publicar um comentário

0 Comentários