Músicos Moçambicanos "São" O Seu Próprio Demônio


 

 

Por: Láilo Machava

 

Os músicos moçambicanos, são eles mesmos a sua maior barreira! São o seu próprio "demônio.

 

Música como profissão, deve ser algo organizado e com pessoas certas, em lugares certos. Uma empresa onde o proprietário é o Diretor Geral, é o RH, é o Financeiro, é o Caixa, é o Operário, é o Guarda, etc..., tem 99% de chances, de falhar.

 

Sabem, "NINGUÉM CAMINHA SÓ"! E a ideia de que sabem tudo, está a matar muitos artistas que têm tudo para dar certo!

 

Quando você não tem uma equipe ou alguém que olhe de um jeito diferente do seu, dificilmente saberá se está certo ou errado e não há pior coisa que seus próprios conselhos.

 

Ter um Agente, um Assistente ou sei lá o quê, deve ser prioridade para os artistas, exatamente para que a preocupação do músico seja exclusivamente cantar.

 

Anda agora uma onda de venda de músicas, onde o fã manda 25 a 50 Meticais na conta do artista e este manda a música no Watsapp do fã, QUE RIDÍCULO! Quem dera a Ada Ehi e Mercy Chonwo fizessem o mesmo, assim poderia conversar com elas no Watsapp.

 

Amigos, existem plataformas de venda de música, o que vos custa colocarem lá as músicas e ganharem a vossa parte?

 

Estamos a ridiculizar ainda mais, o nosso já ridículo mercado musical.

 

Vocês são o vosso próprio problema! E não, vocês não sabem e não podem fazer tudo! Deixem de " jingar" por nada e procurem ajuda de quem realmente sabe.

 

Sabem por que as Agências faliram? Exatamente porque músicos pensam que basta ter uma música boa e 1000 gostos no facebook e instagram, é tudo!

 

Mudem essa mentalidade que só enterra o nosso mercado musical. O Presidente da República não é o Primeiro Ministro e nem é o Ministro das Finanças.

Publicar um comentário

1 Comentários

  1. Realmente isso é verdade, motivo esse que a indústria musical moçambicana vai cada vez mais empobrecendo.

    ResponderEliminar